Melhores filmes de 2016

2016 chegou ao fim e é realmente um motivo de orgulho termos conseguido manter o Cronologia do Acaso vivo e com conteúdo tão frequente, seja com críticas, artigos ou podcast. Já se passaram quatro anos desde o nosso início e cada vez mais o público e acessos crescem, mas a real relevância do nosso trabalho são as mensagens de carinho, essa aproximação que temos com os ouvintes e leitores.

Então, como de costume, deixo minha lista dos dez melhores filmes que assisti de 2016 ( veja os anos anteriores: aqui ). Forte abraço e feliz ano novo a todos!

Top 10 Melhores filmes de 2016:

1) Capitão Fantástico ( Captain Fantastic, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Matt Ross
2) A Criada
( Ah-ga-ssi, Coréia do Sul, 2016 ) Direção: Chan-wook Park
3) Um Cadáver Para Sobreviver
( Swiss Army Man, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Dan Kwan e Daniel Scheinert
4) A Bruxa
( The VVitch: A New-England Folktale, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Robert Eggers
5) Wiener-Dog
( Wiener-Dog, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Todd Solondz
6) Boi Neon
( Boi Neon, Brasil, 2016 ) Direção: Gabriel Mascaro
7) Demônio de Neon
( The Neon Demon, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Nicolas Winding Refn
8) A Tartaruga Vermelha
( La tortue rouge, Holanda/Japão/Bélgica, 2016 ) Direção: Michael Dudok de Wit
9) Sing Street
( Sing Street, Irlanda/Estados Unidos, 2016 ) Direção: John Carney
10) A Qualquer Custo
( Hell or High Water, Estados Unidos, 2016 ) Direção: David Mackenzie

Outros títulos que recomendo são: O Nascimento de Uma Nação, Divinas, O Lamento, Big Jato, The Eyes of My Mother, Kimi no Na wa, Sob As Sombras, Aquarius, Amores Urbanos, Elle, Train to Busan, Mais Fortes que Bombas e À Sombra de Uma Mulher.

 

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Feliz 2016!

FELIZ-ANO-NOVO

No dia 31 de dezembro de 2014 eu postei essa publicação no [Cronologia do Acaso]: http://cronologiadoacaso.blogspot.com.br/2014/12/adeus-2014.html – ainda no Blogspot. Hoje, relendo, exatamente um ano depois, me pego pensando o quanto mudei, em relação aquele garoto ansioso de antes.

Bem, o projeto Cronologia do Acaso está quase fazendo três anos! No começo, me preocupei exclusivamente em compartilhar todos os meus medos e angústias, até mesmo aflições, através de resenhas disfarçadas. Na verdade eu somente produzia minha própria obscuridade.

Isso não é um problema, afinal, estava sendo sincero nas minhas colocações. O interessante é que tenho alguns leitores desde essa época e a relação que construí com eles é excepcional. Parece que me conhecem de forma muito linda e, igualmente, entregue, carinhosa.

Depois de passar rapidamente pelo Cinem(ação) – um momento e realização muito legal e divertida – decidimos que precisávamos evoluir, dar um passo adiante. O CdA sempre esteve atrelado a outros sites, vocês já repararam? Eu não sou um bom empreendedor, portanto sempre mantive distante a ideia de fazer algo mais sério, visando um crescimento. Mas, em março de 2015, finalmente decidimos abrir esse espaço e, com o auxílio de tutoriais, consegui fazer o mínimo para deixar um visual agradável. Hospedagem e domínio realmente facilitam muito a vida, fica a dica.

O site começou a ganhar contornos diferentes, lidei com ele de uma forma bem mais profissional, ainda assim mantendo a essencial e característica sensibilidade. O cronologia é um conforto para o meu coração, honestamente ainda fico pensando muito em formas de ampliar o seu alcance, dinamizar o seu conteúdo, por si só, diferenciado.

Escrever críticas grandes sobre filmes que poucos viram não atrai muitas visitas, mesmo assim eu me surpreendo com a consistência dos acessos. Mesmo tendo conseguido, infelizmente, apenas uma crítica por semana nesse ano. Por outro lado nós conseguimos manter o podcast com periodicidade quinzenal. Aliás, o primeiro episódio do Cronologia do Acaso foi lançado em 2012, na época estávamos no Mídias e Modos, ou seja, ele está entrando no seu quarto ano!

Hoje escrevo sem tristeza, sem melancolia. Esse final de ano representa, para mim, uma oportunidade agarrada com todo afinco. Seja no lado profissional ou até mesmo no Cronologia, sinto que fiz algo útil.

No entanto, é de se esperar novidades, provavelmente na primeira metade do ano eu estarei absurdamente ocupado com o final da faculdade, porém, desde já penso em novidades para o site, até mesmo para não ficar apenas escrevendo críticas e explorar outras formas de escrita, sempre divulgando o cinema independente e, por meio dele, discutindo sobre a vida e amor.

Por fim, agradeço à você, leitor(a) e amigo(a) que me acompanha e me ajuda, agradeço profundamente aos queridos Sandro Macena – meu amigo de longa data que, por motivos pessoais, esteve um pouco afastado mas continua nos bastidores – Cliff Rodrigo, Marcus Rocha, Weuler Lopes, Tiago Messias, – Aliás, no exato momento que estou escrevendo esse texto, saiu o Subverso que participei comentando alguns dos melhores filmes de 2015! clique aqui para ouvir e não se esqueça de comentar – Júlio que fez sua primeira postagem no Cronologia – sobre o curta destino clique aqui para ler – e está prestes a fazer um trabalho sensacional por aqui em base a um sublime diretor e, especialmente,  André Albertim que entrou esse ano para a equipe e foi amor à primeira vista.

Agradeço também ao Marcos Ramon, por nos acompanhar e sempre comentar nas postagens. Destaco especialmente uma indicação que ele fez do nosso podcast em uma postagem incrível onde refletiu sobre a mídia clique aqui para ler – confesso que me emocionei quando percebi que ele nos indicou e, ainda mais, descrevendo com tanta sensibilidade o nosso projeto.

Tradicionalmente eu faço uma lista de melhores filmes do ano. Eu estou construindo ela com muita atenção e, para conseguir ser o máximo responsável possível, darei tempo a mim mesmo e postarei, sem falta, no dia 5 de janeiro. Junto com a lista dos melhores, postarei também uma lista com todos os filmes que eu vi no ano, já que muita gente me pergunta o que estou assistindo =D

Me despeço de vocês afirmando, de coração, que estou por ai, quem quiser conversar, trocar ideias sobre cinema, dar dicas ou sugestões para o site, entre em contato. O e-mail é: contato@cronologiadoacaso.com.br, Twitter: @cronodoacaso.

Feliz ano novo,
Emerson Teixeira Lima

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube