Frequência Fantasma – Indicações Netflix – #1

Download

Seja bem vindo você, ser vivo (ou não), a mais um episódio da sua rádio quinzenal dedicada a filmes de terror, suspense e derivados. Quem nunca quis ver um filminho na Netflix no fim de semana, ficou um tempão procurando e não achou nada interessante para assistir? No episódio de hoje, Sergio Junior e Pamela, começam uma série de 5 episódios (a princípio) onde indicaremos filmes de terror e seus derivados que estão no catálogo da Netflix. Será um formato diferente e por isso é muito importante que você deixe sua opinião aqui nos comentários nos dizendo se gostou desse serviço de utilidade pública que iremos fazer para os amantes da sétima arte sangrenta.

Envie seu material ou sugestões para o e-mail: frequenciafantasma@cronologiadoacaso.com.br

Curta a nossa fã page no Facebook: https://www.facebook.com/frequenciafantasma

Nos siga no Twitter: @freqfantasma

Assine nosso Feed! http://feeds.feedburner.com/frequenciafantasmacda

Arte de Capa: Raphael Cravo – Site: http://www.cravo.ink

Filmes citados no episódio:

El bar (O Bar) : https://www.youtube.com/watch?v=PTazqyeYg3Y

Invasão Zumbi: https://www.youtube.com/watch?v=7n5zdZCLW1w

Hush – A morte ouve: https://www.youtube.com/watch?v=ozO_1RARiyU

The Babysitter (A Babá): https://www.youtube.com/watch?v=HnEmDdQZ1ow

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Frequência Fantasma #5 – Curtas-Metragens de Terror!

Download

Seja bem-vindo você, ser vivo…ou não, a mais um episódio da sua rádio quinzenal (nem sempre rs) Frequência Fantasma. Nesse episódio, rolou um super bate papo sobre curtas metragens, principalmente do gênero de terror, suspense e seus derivados é claro. Foi discutido o que é um curta metragem de fato e como acontece toda sua produção. Por que os longas metragens atingem mais pessoas? Os curtas-metragens é um material realizado para um nicho específico? O time completo do Frequência Fantasma, Sergio Junior, Pamela, Emerson Teixeira (CdA), Lucas Levino e o convidado super especial Carlos Voltor (Nerdcast, Podcrastinadores) trocam ideias e experiências que tiveram com curtas metragens.

Envie seu material ou sugestões para o e-mail: frequenciafantasma@cronologiadoacaso.com.br

Curta a nossa fã page no Facebook: https://www.facebook.com/frequenciafantasma

Nos siga no Twitter: @freqfantasma

Assine nosso Feed! http://feeds.feedburner.com/frequenciafantasmacda

Arte de Capa: Raphael Cravo – Site: http://www.cravo.ink

Filmes citados no episódio:

  • Vinil Verde (2004)
  • A Menina de Algodão (2002)
  • Doodlebug (1997)
  • Dois mais Dois, (2011)
  • Monster, (2005)
  • Elephant, (1989)
  • Lights Out (2013)
  • Don’t move (2013)
  • Amor só de Mãe (2003)

Canal do Carlos Voltor – Youtube: Voltorama

https://www.youtube.com/channel/UCcmyOXnmwiO3U7N_Tht0G5Q

Curtas produzidos por Carlos Voltor!

https://www.youtube.com/watch?v=QBwqBkmRBWk

https://vimeo.com/232290437

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Frequência Fantasma #4 – Found Footage

Baixe aqui

Seja bem-vindo você, ser vivo…ou não… A mais um episódio do Frequência Fantasma. No episódio de hoje, e desta vez com o time completo do Frequência Fantasma, tivemos uma conversa muito bacana sobre os filmes Found Footage. Podemos considerar esse tipo de filme um gênero? Um subgênero? Um derivado? Porque esse estilo faz tanto sucesso ao redor do mundo? Além do mega bate papo onde discutimos o estilo, eu, Sergio Junior, Pamela, Lucas Levino e o Emerson Teixeira (CdA) falamos sobre alguns filmes que nos chamaram a atenção e achamos interessante assistir. Está esperando o que? Baixe agora o episódio!!!

Envie seu material ou sugestões para o e-mail: frequenciafantasma@cronologiadoacaso.com.br

Curta a nossa fã page no Facebook: https://www.facebook.com/frequenciafantasma

Assine nosso Feed! http://feeds.feedburner.com/frequenciafantasmacda

Arte de Capa: Raphael Cravo – Site: http://www.cravo.ink

Assista o filme: Registros secretos de Serra Madrugada

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Frequência Fantasma #3 – Objetos amaldiçoados do Terror

Download

Seja bem vindo você, ser vivo…ou não…

Demorou mas saiu! No episódio de hoje batemos um papo sobre objetos amaldiçoados que aparecem em filmes de terror. Contamos suas histórias, curiosidades, lendas e falamos um pouco sobre os filmes nos quais eles pertencem.

Disclaimer: Nos perdoe o ruído ao fundo de algumas vozes, mas como comentado no nosso post anterior, a edição desse episódio não foi fácil rs.

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Cadê o Frequência Fantasma??? (Problemas técnicos)

Seja bem vindo você, ser vivo…ou não.

O podcast atrasou mas não deixamos vocês sem explicações!

Problemas técnicos com edição fazem parte da nossa rotina. Estamos tentando adequar o que achamos ser um bom conteúdo para vocês com nossa ideia de edição e com isso, é natural que aconteça esse tipo de problema, principalmente no início de podcasts. Porém, já acertamos essas questões e o 3º episódio será lançado o mais breve possível! O 4º episódio inclusive já está gravado e sendo editado. Tentaremos o máximo respeitar o período quinzenal de postagem

Não gostamos de simplesmente não postar o episódio e deixar vocês sem saberem o que está acontecendo por trás das cortinas.

Mas fica tranquilo… o Terror está apenas começando!

Sérgio Junior,

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Frequência Fantasma #2 – Universos compartilhados no Terror

Download

Com o reboot de A Múmia e na véspera do lançamento de Annabelle 2, nos deparamos com o posicionamento de grandes produtoras apostando suas fichas na criação de universos compartilhados para seus filmes de Terror. O quão perigoso para os fãs do Terror essa ação comercial pode ser? Isso pode afetar e danificar a imagem dos clássicos monstros da Universal? O filme Invocação do Mal basta ou é necessário sim a criação desses universos? Eu, Sergio Junior, junto com a Pamela e o Lucas Levino vamos bater um papo sobre essa atitude das produtoras. Seja bem-vindo você, ser vivo…ou não, e vem bater um papo com a gente no segundo episódio do Frequência Fantasma.

Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

Frequência Fantasma #1 – Por que amamos terror?

Download

Por que amamos os filmes de Terror? Por que sentimos prazer em assistir esse tipo de gênero? No primeiro episódio do Frequência Fantasma, uma nova opção de podcast no site Cronologia do Acaso, Emerson Teixeira (CdA – Cronologia do Acaso), Pamela Iavorka e eu, Sergio Junior, vamos indicar filmes para que você possa entrar nesse universo incrível de filmes de terror e dizer o porquê que esse tipo de filme tem sempre algo a mais a dizer.

  • Assine nosso Feed e ouça o episódio assim que ficar disponível para download!
  • http://feeds.feedburner.com/frequenciafantasmacda
  • Envie seu material independente para:
  • frequenciafantasma@cronologiadoacaso.com.br
  • Arte de capa: Raphael Cravo – Site: http://www.cravo.ink
Sergio Junior

Sergio Junior

Um mero amante do cinema de terror que sonha em compartilhar e trocar experiências relacionadas a esse gênero com todos.

More Posts - Website

CdA #74 – A Casa dos Maus Espíritos e Viy

Download

Nesse episódio Emerson Teixeira convidou Sergio Junior para uma conversa sobre duas obras do terror clássico: A Casa dos Maus Espíritos (1959) dirigido pelo William Castle e estrelado pelo Vincent Price e o filme russo Viy (1967) onde um seminarista enfrenta uma bruxa demoníaca sozinho.

  • E-mail: contato@cronologiadoacaso.com.br
  • Twitter: @cronodoacaso
  • Assine nosso feed: http://feeds.feedburner.com/cronoacasopod
  • Itunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cronologia-do-acaso/id1076216544

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Dabbe: Bir cin vakasi e o cinema de terror turco

Dabbe: Bir cin vakasi

★★★

Depois do sucesso de “Atividade Paranormal”, bastou pouco tempo para o formato de gravações em diversas casas ao redor do mundo se tornasse uma ferramenta exaustivamente utilizada. Teve filme desse formato no Japão, Espanha e outros diversos países, mesmo que por algumas cenas. É o caso de “Dabbe: Bir cin vakasi”, um filme da Turquia, dirigido pelo Hasan Karacadag, que é um dos grandes nomes do terror por lá.

Se pegarmos a história do cinema turco, veremos que nas décadas de 70-80-90 houveram muitas adaptações clássicas de filmes hollywoodianos, como por exemplo uma versão horrível de Rambo, chamada “Korkusuz”.

Korkusuz, 1986

Korkusuz, 1986

Mas o gênero terror foi muito pouco explorado, talvez por uma questão meramente social e de interesse econômico. No entanto, as coisas começaram a mudar com o aparecimento de um diretor chamado Hasan Karacadag. Ele estudou cinema no Japão, se aprimorou no que diz respeito a linguagem cinematográfica e lançou, em 2005, com apenas 28 anos, um filme chamado “Dabbe”. Esse filme revolucionou a Turquia, as pessoas começaram a acreditar no seu cinema de horror. A obra, mesmo sendo fortemente influenciada pelo cinema americano e, principalmente, o japonês, apresentava conceitos interessantes e contextualizava o medo com a cultura da Turquia. Por exemplo, a demonologia islâmica sendo trabalhada para provocar o medo, foi um atrativo importante para o mundo.

“Dabbe” mescla o paranormal, com ondas de suicídios sem explicações. É muito interessante para quem gosta de adentrar em culturas diferentes, principalmente quando o medo é a porta de entrada para esse estranhamento.

Hasan Karacadag, sendo inspirado fortemente pelo Stephen King, se interessando pelo misticismo desde criança e apaixonado pela forma que o cinema de terror japonês conduz o medo, realizou diversos outros trabalhos na Turquia e ganhou fama por lá. Sendo sinônimo de sucesso, quando falamos de cinema de terror turco.

Bebendo da fonte do cinema americano, novamente, chegamos em 2012 com o filme “Dabbe: Bir cin vakasi”, onde o diretor utiliza ao seu favor o famoso mockumentary, ou documentários falsos. Onde um ou vários personagens registram os seus passos afim de se protegerem ou buscar explicações para algum fato estranho.

O filme começa com uma suposta gravação real, de um caso de uma mulher que sofria com o sonambulismo mas que, aos poucos, foi-se descobrindo que o problema era muito mais do que isso. Somos apresentado à uma família e o estilo de filmagem já está preparado, a apresentação é feita de forma direta e até agressiva, pois coisas estranhas já estão acontecendo.

Passado alguns clichês como coisas caindo, luzes apagando, pessoas levitando etc. Há uma segunda parte onde o motivo dos casos sobrenaturais vão sendo explicados, é nesse momento que o filme parece funcionar realmente: pois sabemos que se trata de um caso de magia negra, que envolve demônios e alguns conceitos bem diferentes, como uma cena em que um dos personagens invade uma casa abandonada, e se depara com inúmeros objetos amaldiçoados, como espelhos e bonecos de vodoo.

Apesar dos efeitos bem simples e de algumas atuações forçadas, “Dabbe: Bir cin vakasi” é um filme com uma estrutura bem diferenciada e, apesar de beber da fonte do “Atividade Paranormal”, consegue ser melhor que todos os filmes da série ao redor do mundo.

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube