O Regresso, 2015

images-cms-image-000477047

★★★★★

O diretor Alejandro González Iñárritu afirmou em uma entrevista que o seu novo filme, O Regresso “merece ser visto em um templo”. Esse e alguns outros comentários foram o suficiente para creditá-lo como pretensioso, mas não deixa de ser a mais pura verdade.

Um templo, no meu entendimento, faz referência à um lugar que exala um respeito crucial e, assim, dá a oportunidade para um processo de catarse. O Regresso é poderoso e ambicioso ao extremo, bebendo de fontes como o recente – e também mal compreendido – A Árvore da Vida do Terrence Malick e agregando elementos importantes dos famosos filmes de vinganças e faroestes.

Alejandro González Iñárritu sempre foi um especialista em unir todos os homens em apenas um; Universalizava, com grande respeito, todos os seus personagens e seus respectivos erros, medos e sentimentos mais profundos. Na “trilogia da morte”, composta por Amores Brutos, 21 Gramas e Babel ele fez um trabalho minucioso sobre a ligação do homem com algo maior que a própria existência. Iñárritu, junto com o seu fiel amigo roteirista Guillermo Arriaga – que, depois de um tempo, viriam a se separar – tiveram uma experiência absurda, ao longo de três filmes, e desenvolveram inúmeros personagens complexos, que iam desde a falta de comunicação – como visto em Babel – até a aproximação com a morte em 21 Gramas. Destaco ambos temas, pois, sem dúvida, estão muito presentes em seu mais recente trabalho.

O Regresso é uma obra que contempla o vazio de uma sobrevivência insana, motivado por ideais fortes mas que, sem dúvida, se tornam frágeis diante a primeira luz de realidade. O que importa, de fato, é o processo de conhecimento do homem, a simbiose entre três elementos cruciais: natureza, animal e se humano.

Na cena inicial temos um flashback, logo depois acompanhamos passos lentos do Hugh Glass ( Leonardo DiCaprio ) e o seu filho Hawk ( Forrest Goodluck ) em plena caçada. O movimento de câmera é sutil, no mesmo tempo que parece constante, dando uma sensação de proximidade e ainda ressalta a grandiosidade das ações. Essa contemplação inicial percorre pai e filho, dando destaque à um pequeno riacho sob seus pés, o espectador sente a diferença da narrativa, compreende que todos os elementos da floresta como água e árvores serão extremamente importantes para o entendimento da obra e os seus infinitos significados.

Nesse aspecto, a fotografia de Emmanuel Lubezki assume uma importância gigantesca. Traduzindo não só uma série de sentimentos do protagonista, como também agiganta a floresta, deixando os homens pequenos diante a vida, no mesmo tempo que eles imediatamente se transformam em heróis ao tentar enfrentá-la. Existe uma incomunicabilidade presente em cada quadro, fica evidente que o trabalho do diretor é sustentado quase que completamente no visual, entregando ao Lubezki boa parte da responsabilidade e ele, por sua vez, vem demonstrando ao longo dos anos que dá conta do recado.

Se existe um pai e filho já na segunda cena, em seguida aparecem mais elementos que serão importantes para a trama como a caça e a pele dos animais. É mostrado homens tentando dominar a natureza/vida e ganhando dinheiro com a pele dos animais, curioso é notar que diante a uma provocação de John Fitzgerald (Tom Hardy) – após um grupo de brancos serem atacados por índios – Hugh Glass diz ao seu filho, que está furioso, para se acalmar, pois os outros só veem a cor da sua pele, o menino é descendente de uma tribo indígena.

A pele representa o exterior, é a postura do homem arrogante em tentar se manter constantemente superior. Negando-se a chegar em outra definição ou significado do ser.

A cena mais inesquecível e alvo de atenções certamente é o ataque do urso, onde atinge um nível de ferocidade incrível. O protagonista, que fora apresentado como uma figura segura e sábia, se desmorona perante a uma vida irracional, o embate entre o homem dá lugar a oportunidade de conexão entre um ser humano e a natureza. Um contato íntimo com o desastre, fraqueza e morte. Hugh Glass morre após o ataque, pois começa a pensar diferente, se entender diferente. Os sussurros do seu filho, ecoam por todos os 156 minutos de filme – “estarei bem aqui“.

Na morte do seu filho, diante a um desespero avassalador, a câmera se aproxima do protagonista e a sua respiração embaça a tela, obrigando o espectador a se posicionar frente a frente com o sofrimento e angústia. Esse simples detalhe é de suma importância, já que a segunda vez que vemos esse “embaçamento” é logo após Glass sair de dentro da barriga do cavalo, – onde estava se protegendo do frio – essa cena visivelmente representa o recomeço do personagem, nascendo novamente e libertando-se para a vida, como se ele fosse o filho que morreu. O fato de “nascer” da barriga do cavalo, um animal que exala algum tipo de fascínio, representa o processo de transformação, a sobrevivência só acontece porque o protagonista entende que é consequência da vida, ele morre e renasce para concretizar a sua vingança, para caçar, assim como foi caçado pelo urso, demonstrando a sua grandeza e superioridade. Não a toa o protagonista veste a pele do urso e leva consigo as suas garras como lembrança, aos poucos ele se torna o urso. É o homem na sua essência primitiva.

O filme é repleto de brutalidade mas é envolto de uma sensibilidade extrema. Existe um espaço para refletir e outro espaço enorme para criar empatia pelo protagonista e todo o seu sofrimento e motivação, isso se deve ao trabalho espetacular do DiCaprio que atinge o mais alto nível nesse trabalho. Proibido de desenvolver as nuances com palavras, ele utiliza-se do olhar, expressões, corpo, enfim, é a realização máxima do ator, ele se mantém completamente entregue a iniciativa de desvendar o seu personagem e compartilhá-lo da forma mais visceral possível.

A caça no final só demonstra a grandiosidade da obra, aumenta consideravelmente o nível de tensão sem nunca se esquecer de ser poético, a perseguição é uma sinfonia, alinhado e coreografado perfeitamente, cada movimento dos personagens, cada ação e a câmera que sobrevoa constantemente.

O sangue contrasta com a neve, iniciamos com a água e retornamos a ela no final. O processo está concluído e o homem selvagem, filho da natureza, caminha por entre o vazio da realidade: A solidão é a morte mais dolorosa de todas as que enfrentou.

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Top 10 – 2015

12467751_1721700878063704_1638374095_n

Eu consegui assistir 238 filmes em 2015. Lembrando que essa é uma lista pessoal que engloba apenas os que vejo pela primeira vez. Há vários filmes que todo ano assisto como “Magnólia” e “Felicidade Não se Compra”, por exemplo, esses não entram na lista.

238 é um bom número se comparado com o ano de 2014, onde consegui apenas 183. Inclusive, deixarei aqui o link para vocês conferirem o meu top 10 de 2014.

Top 10 – 2015

14 Estações de Maria ( Dietrich Brüggemann )
O Regresso ( Alejandro González Iñárritu )
A Gangue ( Myroslav Slaboshpytskiy )
Bone Tomahawk ( S. Craig Zahler )
The Assassin ( Hou Hsiao-Hsien ) 
Taxi Teerã ( Jafar Panahi )
Tangerina ( Sean Baker )
Love ( Gaspar Noé )
Garota Sombria Caminha Pela Noite ( Ana Lily Amirpour )
O Quarto do Jack ( Lenny Abrahamson )

Como prometido, colocarei aqui a lista de todos que eu assisti no ano:

* Em negrito: ano 2015

1 de janeiro – Terror no Pântano, 2006
1 de janeiro – Juventude, 1951
1 de janeiro – A Era do rádio,  1987
2 de janeiro – Um Balde de Sangue, 1959
2 de janeiro – Neblinas e Sombras, 1992
4 de janeiro – interiores, 1978
8 de janeiro – A Mulher do meu Irmão, 2005
8 de janeiro – O Protetor, 2014
8 de janeiro – Um Evento Feliz, 2013
8 de janeiro – o solar das almas perdidas, 1944
10 de janeiro – 36, 2012
10 de janeiro – Palavras e Imagens, 2013
10 de janeiro – toy story, esquecido pelo tempo
11 de janeiro – onde fica a casa do meu amigo?, 1987
12 de janeiro – Lobo atrás da porta, 2013
12 de janeiro – Edmond é um asno, 2012
13 de janeiro – O Dorminhoco, 1973
13 de janeiro – Um Misterioso Assassinato em Manhattan, 1993
14 de janeiro – A que distância, 2006
14 de janeiro – Operação big hero, 2014
14 de janeiro – Sin City 2, 2014
14 de janeiro – como treinar o seu dragão 2, 2014
15 de janeiro – escola do rock, 2003
15 de janeiro – bananas, 1971
16 de janeiro – casa vazia, 2004
16 de janeiro – a ponte, 2006
17 de janeiro – whiplash, 2015
18 de janeiro – birdman, 2015
18 de janeiro – tangerines, 2015
19 de janeiro – Paixão Juvenil, 1956
19 de janeiro – Moacir arte bruta, 2006
20 de janeiro – um longo fim de semana,  1978
21 de janeiro – O Menino e o Mundo, 2014
21 de janeiro – Oshin, 2013
24 de janeiro – Anna dos 6 aos 18, 1994
25 de janeiro – Siren x, 2008
25 de janeiro – Será que, 2014
26 de janeiro – Novo Mundo, 2013
27 de janeiro – Conto da Princesa kaguya, 2015
27 de janeiro – Livre, 2015
28 de janeiro – A Fotografia Oculta de Vivian Meier, 2013

Janeiro – 39 filmes/2 curtas

04 de fevereiro – Respire, 2014
04 de fevereiro – Coração, 1973
06 de fevereiro – Noite Vazia, 1964
07 de fevereiro – Uma passagem para Mário, 2014
09 de fevereiro – Tempo de Cavalos Bêbados, 2000
14 de fevereiro – Dieta do Palhaço,  2004
15 de fevereiro – Xxy, 2007
19 de fevereiro – Confiança, 1990
O Último Pistoleiro,  1976

Fevereiro – 9 filmes

O Homem do Oeste, 1958
Mentiras, 1999
Bé Omid É Didar, 2011
Asura, 2012
Pinguins de Madagascar, 2014
A Lenda de Nahuala, 2007
Vício Inerente,  2015
A Gangue, 2015

Março – 8 Filmes

When Marnie Was There, 2014
Na Flor da Idade, 2013
Velozes e Furiosos 7, 2015
14 Estações de Maria, 2015
The Atticus Institute, 2015
Barbie, 2011
O que é o Cinema?, 2013
O Universo no Olhar, 2014
A Última felicidade, 1951
Montanha de Abandono, 2008
Verão Feliz, 1999
Carteiros nas Montanhas, 1999
Além do que se Vê, 2004
O Quarto do Filho, 2001
Cássia, 2015

( Abril – 15 filmes )

Escalofrio, 1978
Mártires, 2008
Amante a Domicílio, 2013
Paixão Inocente, 2013
Os Olhos sem Rostos, 1960
Loucamente Apaixonados, 2011
Festa no Céu, 2014
O Espelho, 2014
Smashed – De Volta a Realidade, 2012
Maggie, 2015
Palo Alto, 2013
Ela vai, 2013
Cavalos e Homens, 2013
Meus Caros Estudos, 2010
A Canção do Oceano, 2014
Super Velozes, Mega Furiosos, 2015
Kurt Cobain, 2015
27 Maio – Bob Esponja, 2015

( Maio – 18 filmes )

04 Junho – The Babadook, 2014
04 de junho – Batman: Ataque ao Arkham, 2014
04 de junho – Qivitoq, 1956
05 de junho – Sempre Estarei Contigo, 2012
06 de junho – Corpo Celeste, 2012
06 de junho – The Sisterhood of Night, 2014
12 de junho – Jurassic World, 2015
16 de junho – Divertida Mente, 2015
20 de junho – Jogos Famintos, 2013
26 de junho – sobrenatural, 2015
26 de junho – Chico e Rita, 2010
27 de junho – Vingadores 2, 2015
27 de junho – Alta Fidelidade, 2000
27 de junho – Ajuste de Contas, 2013
27 de junho – Feuchtgebiete, 2013
27 de junho – Guardiões da Galáxia, 2014
27 de junho – Hot Girls Wanted, 2015
27 de junho – Killer Pussy, 2004
27 de junho – O Sal da Terra, 2014
27 de junho – As Amizades Particulares, 1964

( Junho – 20 filmes )

2 de julho – Enquanto Somos Jovens, 2015
2 de Julho- La Meute, 2010
4 de julho – Os garotos Perdidos, 1988
4 de julho – Vencer ou Morrer, 1993
4 de julho – Bonequinha de Luxo, 1961
4 de julho – Starlet, 2012
5 de julho – O Peso da Culpa, 2012
5 de julho – Mar Adentro, 2004
5 de julho – Mercenários 3, 2014
5 de julho – O Franco-Atirador, 2015
6 de julho – Augustine, 2012
6 de julho – Garoto-Estilingue, 1960
7 de julho – Bandidas, 2006
7 de julho – O Pequeno Nicolau, 2009
8 de julho – Batman vs Robin, 2015
10 de julho – Violência Urbana, 1999
10 de julho – Identidade Especial, 2013
11 de julho – Anjo de Vidro, 2004
11 de julho – Philomena, 2013
11 de julho – Viajo poque preciso, Volto porque te amo, 2010
11 de julho – Margot e o Casamento, 2007
11 de julho – Temporada de Caça, 2013
11 de julho – A Música Nunca Parou, 2011
12 de julho – A Entidade, 2012
12 de julho – Os Últimos Passos de um Homem, 1995
18 de julho – O Último Desafio, 2013
18 de julho – Ligados Pelo Amor, 2012
19 de julho – Simplesmente Acontece, 2014
19 de julho – A Dança de Subaru, 2009
19 de julho – Kung Fury, 2015
19 de julho – Eles, 2006
21 de julho – Os Assassinos da Rua Morgue, 1932
22 de julho – Agente 86, 2008
22 de julho – Corações de Ferro, 2015
23 de julho – A Incrível História de Adaline, 2015
23 de julho – O Aprendiz, 1998
23 de julho – Thelma & Louise 1991
24 de julho – Operação Invasão, 2011
24 de julho – A Noite dos Mortos-Vivos, 1968
24 de julho – O Amuleto, 201
24 de julho – Slow West, 2015
24 de julho – Vidas sem Destino, 1997
25 de julho – Super, 2010
25 de julho – Liv & Ingmar – uma história de amor, 2012
25 de julho – Cria Corvos, 1976
25 de julho – Sharknado 3, 2015
26 de julho – Pink Flamingos, 1972
26 de julho – A Lula e a Baleia, 2005
26 de julho – O Escorpião de Jade, 2001
27 de julho – O Mundo Perdido, 1960
27 de julho – NH10, 2015
27 de julho – A Professora do Jardim de Infância, 2014
27 de julho – Passageiros da Vida, 2014
28 de julho – Pânico, 1997
28 de julho – Garotas, 2015
28 de julho – Cybernatural, 2015
29 de julho – What Happened, Miss Simone? 2015
29 de julho – Eu e Você, 2012
30 de julho – Diabo a Quatro, 1933
30 de julho – Extensões Capilares, 2007

( julho –  60 filmes )

2 de agosto – Entrevista com Vampiro, 1994
8 de agosto – Goodnight Mommy – 2015
8 de agosto – Corrente do Mal, 2015
15 de agosto – The Nightmare, 2015
15 de agosto – Sugar & Spice, 2006
20 de agosto – Jack e a Mecânica do Coração, 2014
21 de agosto – Drama, 2010
22 de agosto – Teus Olhos Meus, 2011
27 de agosto – Pro Dia Nascer Feliz, 2006
29 de agosto – Esse é só o Começo do fim das nossas vidas, 2015

( Agosto – 10 filmes )

01 de setembro – Expresso do Amanhã, 2015
06 de setembro – Sussurros do Coração, 1995
06 de setembro – The Boy, 2015
06 de setembro – Touchless, 2013
10 de setembro – Carrossel – O Filme, 2015
12 de setembro – Ted 2, 2015
13 de setembro – O Pequeno Príncipe, 2015
21 de setembro – Flowers 2015
26 de setembro – Procurando Sugar Man, 2012
26 de setembro – Boda Branca, 1993

( Setembro – 10 filmes )

2 de outubro – Lake Mungo, 2008
3 de outubro- Que Horas Ela Volta, 2015
3 de outubro- Domésticas, 2012
3 de outubro – The Silenced 2015
3 de outubro – Cidades de Papel, 2015
9 de outubro – Minions, 2015
14 de outubro – Aliança do Crime, 2015
15 de outubro – Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer, 2015
16 de outubro – Garota Sombria Caminha Pela Noite, 2015
17 de outubro – Alice no País das Maravilhas, 1951
25 de outubro – Dope, 2015
31 de outubro – Pet Peeve, 2013
31 de outubro – Hotel Transilvânia, 2012

( Outubro – 13 filmes )

1 de novembro – Madre Joana dos Anjos, 1961
1 de novembro – The Devils, 1971
2 de novembro – Não se Esqueça de Compartilhar, 2009
8 de novembro – Bone Tomahawk, 2015
10 de novembro – Tangerina, 2015
11 de novembro – Ricki and the Flash: De Volta Pra
Casa, 2015
14 de novembro – Bukowski: Born into This, 2003
14 de novembro – Mother – A Busca Pela Verdade, 2009
14 de novembro – A Caverna do Cachorro Amarelo, 2005
15 de novembro – Da Colina Kokuriko, 2011
15 de novembro – Horror Hotel 1960
20 de novembro – O Segredo de Eleonor, 2009
20 de novembro – Elena, 2012
21 de novembro – Quando Sinto Que já Sei, 2014
22 de novembro – Scoop – O Grande Furo, 2006
27 de novembro – Poesia, 2010
28 de novembro – In Natura, 2014
29 de novembro – Hugo och Josefin, 1967
30 de novembro – O Exterminador do Futuro: Gênesis, 2015
30 de novembro – Love, 2015

( novembro – 20 filmes )

6 de dezembro – Boulevard, 2014
6 de dezembro – Hellions, 2015
6 de dezembro – Lugares Escuros, 2015
11 de dezembro – Descompensada, 2015
13 de dezembro – Experimento de Aprisionamento de Stanford, 2015
14 de dezembro – No Coração do Mar, 2015
17 de dezembro – Pânico 2
20 de dezembro – Evereste, 2015
22 de dezembro – Short Term 12, 2013
23 de dezembro – O Bom Dinossauro, 2015
27 de dezembro – A Primeira Vez, 2012
28 de dezembro – Homem Irracional, 2015
28 de dezembro – Mistress America, 2015
28 de dezembro – The Assassin, 2015
29 de dezembro – Creed, 2015
31 de dezembro- Keith Richards: Under the Influence

( Dezembro – 16 )

Total ( 2015 ) 238 filmes

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube