Melhores filmes de 2016

2016 chegou ao fim e é realmente um motivo de orgulho termos conseguido manter o Cronologia do Acaso vivo e com conteúdo tão frequente, seja com críticas, artigos ou podcast. Já se passaram quatro anos desde o nosso início e cada vez mais o público e acessos crescem, mas a real relevância do nosso trabalho são as mensagens de carinho, essa aproximação que temos com os ouvintes e leitores.

Então, como de costume, deixo minha lista dos dez melhores filmes que assisti de 2016 ( veja os anos anteriores: aqui ). Forte abraço e feliz ano novo a todos!

Top 10 Melhores filmes de 2016:

1) Capitão Fantástico ( Captain Fantastic, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Matt Ross
2) A Criada
( Ah-ga-ssi, Coréia do Sul, 2016 ) Direção: Chan-wook Park
3) Um Cadáver Para Sobreviver
( Swiss Army Man, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Dan Kwan e Daniel Scheinert
4) A Bruxa
( The VVitch: A New-England Folktale, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Robert Eggers
5) Wiener-Dog
( Wiener-Dog, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Todd Solondz
6) Boi Neon
( Boi Neon, Brasil, 2016 ) Direção: Gabriel Mascaro
7) Demônio de Neon
( The Neon Demon, Estados Unidos, 2016 ) Direção: Nicolas Winding Refn
8) A Tartaruga Vermelha
( La tortue rouge, Holanda/Japão/Bélgica, 2016 ) Direção: Michael Dudok de Wit
9) Sing Street
( Sing Street, Irlanda/Estados Unidos, 2016 ) Direção: John Carney
10) A Qualquer Custo
( Hell or High Water, Estados Unidos, 2016 ) Direção: David Mackenzie

Outros títulos que recomendo são: O Nascimento de Uma Nação, Divinas, O Lamento, Big Jato, The Eyes of My Mother, Kimi no Na wa, Sob As Sombras, Aquarius, Amores Urbanos, Elle, Train to Busan, Mais Fortes que Bombas e À Sombra de Uma Mulher.

 

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Indicação de filmes – O olhar das crianças sobre o mundo que as cercam

Cinema-Paradiso1-600x415

We are the world, we are the children/ Nós somos o mundo, nós somos as crianças

Quem são as crianças? Os adultos crescem e, erroneamente, aceitam o fato de que se tornam mais distantes da imaginação. O ser humano é o único animal capaz de sorrir e talvez o mais genuíno sorriso seja o da criança.

No cinema, diversos temas já foram trabalhados sob a perspectiva das crianças e, quando bem explorado, é sempre muito interessante acompanhar essas histórias. É possível transformar coisas simples em mágicas, simplesmente por ser possível utilizar a inocência como forma de desenvolver determinada história, mesmo que seja repleta de medos e dores.

As crianças estão no cinema desde o seu início, quem não se lembra, por exemplo, do menininho do filme “O Garoto”, do Charles Chaplin? Esse é um ótimo exemplo pois se trata de uma transição, Chaplin passou a construir histórias pautadas na drama e comédia e a sua ousadia atingiu o limite, passou a dizer coisas horríveis sorrindo, de forma a amenizar os sofrimentos do mundo e, ainda assim, alertar à todos.

Essa é a primeira parte de uma postagem, onde irei recomendar alguns filmes que são desenvolvidos sob a perspectiva de uma criança. Ela pode ser protagonista ou não, mas certamente terá um papel crucial na história. Dei um maior destaque para obras pouco conhecidas, pois esse é o perfil do Cronologia do Acaso. Obs: As obras não estão em ordem de preferência, isso certamente seria um erro, pois todos atingem uma qualidade incrível.

1- Hugo och Josefin ( 1967 ), Suécia

Hugo_och_Josefin_gammal_huvudbild-1

A Suécia é o segundo cinema, ao meu ver, que melhor trabalhou/trabalha com as crianças. O primeiro é certamente o cinema iraniano. Mas, enfim, o primeiro filme dessa lista se chama “Hugo och Josefin” que, basicamente, conta a história de Hugo e Josefin, duas crianças solitárias, que decidem virar amigos e andam pelas ruas da vida se divertindo e se conhecendo, de forma muito minimalista somos apresentados há alguns dramas pessoais deles, mas tudo isso é em segundo plano. O que realmente importa é o amor que existe ali.

Sem dúvida é um dos filmes mais carinhosos que eu já vi, me peguei chorando por diversas vezes, principalmente quando eles encontram um adulto e ele, extremamente inocente, ensina para os pequenos amigos alguns valores. Esse filme tem uma das risadas mais lindas da história do cinema, a protagonista dessa cena é Marie Öhman. O diretor captou um momento verdadeiro, onde a menina está comendo e se diverte – de verdade – pois não consegue engolir um ovo. O diretor teve tanta sensibilidade, que continuou filmando e registrou o momento onde todos os atores, incluindo a Marie, dão muitas risadas com a reação da menina. Um verdadeiro momento inesquecível da história do cinema.

2- Oshin ( 2013 ), Japão

Oshin-阿信-おしん-2013-4-1024x585

“Oshin”, dirigido pelo Shin Togashi, é um dos filmes que eu mais chorei na minha vida. E ele foi feito para mexer com o psicológico da humanidade. A protagonista, Oshin, é enviada para trabalhar em outra família, pois a sua está passando por sérios problemas financeiros.

O que mais encanta nesse filme é a protagonista, dona de uma maturidade sem fim, ela aceita a sua condição, mas sofre silenciosamente. E só demonstra ser criança em cenas bem singelas, é de uma força esse filme que beira o inacreditável. Recomendado para todas as mulheres, pois é uma verdadeira homenagem à elas, triste é pensar que essa é uma história que foi vivida por inúmeras crianças.

Kokone Hamada é a atriz protagonista e ela é um absurdo. Quando eu escrevi sobre o filme a coloquei como uma das maiores promessas do cinema mundial, tomara que eu esteja certo e apareça outras oportunidades, porque o que ela faz é impressionante.

3 – Corpo Celeste ( 2012 ), Itália

corpo-celeste-movie-image-slice-01

Dirigido pela queridíssima Alice Rohrwacher, esse filme foi selecionado para a quinzena dos realizadores no festival de Cannes em 2011. A história concentra-se em uma menina chamada Marta, de 13 anos, que se vê sufocada pela religião e passa a questionar a sua liberdade.

Esse é o típico filme poderoso, pois aborda tanto a liberdade da mulher, como também um desprendimento religioso, imposto pela família. Em uma cena crucial, Marta está fazendo crisma e tem os seus olhos vedados, representando a sua situação, cega diante a uma infinidade de possibilidades. Interessante é que depois que ela corta o cabelo, a sua postura muda completamente. Ela passa a se enxergar como uma mulher livre e vai de encontro com um amadurecimento provindo do incomodo e ousadia para livrar-se do comum.

4 – Garoto-Estilingue ( 1960 ), Tchecoslováquia

2

Esse é dirigido por um dos melhores diretores tchecos de todos os tempos, chamado Karel Kachyna. “Garoto-Estilingue” é um dos seus primeiros longas, anos depois viria a fazer outra preciosidade chamada “The High Wall”. Inclusive escrevi uma crítica sobre esse filme e é uma das que eu mais me orgulho de ter feito, você pode conferir clicando aqui.

Garoto-Estilingue” conta a história de um garoto que é salvo de um campo de concentração e levado pelo exército tcheco. Lá ele se torna uma espécie de mascote, todos o tratam com muito carinho, e o garoto começa a se sentir como parte de uma grande família. No mesmo tempo tenta mostrar a sua força e se diz pronto para entrar na guerra com os amigos. O garoto-estilingue da tradução ou prace no original faz referência aos garotos tchecos que lutavam com estilingues na guerra.

Esse é super esquecido e é um dos melhores que eu já assisti na minha vida. É difícil encontrar bons filmes sobre a guerra e esse sem dúvida é um dos melhores. O menino protagonista é muito carismático e o espectador sente todos os seus dramas. Outro ponto interessante é acompanhar o exército que, mesmo em meio a guerra, encontra no menino uma fuga para a inocência, eles o tratam como filho, como se fosse uma possibilidade real de voltar para a casa.

5 – Doro no Kawa ( 1981 ), Japão

Mais um filme japonês, esse é o primeiro do diretor Kôhei Oguri. É um filme super sensível sobre a amizade de dois garotos pós-guerra.

É mais um que usa bem a guerra para contextualizar os dramas dos seus personagens, com destaque para todo o elenco infantil que interpretam com o coração, doam tudo o que sabem e constroem algo lindo e emocionante de se ver.

Alguns temas como abandono e dificuldades financeiras são trabalhados de forma muito minimalista, chega a doer tamanho carinho e dedicação. Esse é um outro tesouro perdido que, sem dúvida, emocionará muitos com a sua profundidade e simplicidade.

6 – Uma Vida Nova em Folha ( 2009 ), Coréia do Sul

20100276_1_IMG_FIX_700x700

Particularmente eu tenho um carinho muito grande com esse filme. Foi o primeiro do cinema sul coreano que eu assisti na vida. Lembro-me que era apenas um adolescente e conheci esse cinema maravilhoso, repleto de sensibilidade. A diretora Ounie Lecomte simplesmente marcou a minha vida, eu assisti esse filme há muito tempo e ainda me lembro de todas as cenas como se tivesse assistido ontem.

A história é sobre uma menina chamada Jin-hee, de 9 anos, que é levada pelo pai à um orfanato, então passamos a acompanhar a menina e a sua dificuldade em aceitar a nova vida, talvez a palavra “aceitação” é a mais trabalhada durante toda a obra.

Destaque para a atuação da Sae-ron Kim que, hoje, tem quinze anos e é muito popular na Coréia do Sul. Ela é um verdadeiro talento e merece todas as coisas boas nesse mundo, a acompanho desde novinha e é sempre um prazer perceber o quanto é talentosa.

Destaque para uma cena onde a protagonista, cansada da sua “nova vida”, cava um buraco e joga terra por cima. Como se estivesse gritando para o mundo que não quer mais pertencer a ele. O filme é extremamente silencioso mas, através do silêncio, machuca muito.

fullsizephoto99127

Bem, essa é a primeira parte, eu vou retomar a lista na semana que vem. Espero que tenham gostado e convido à todos a deixarem nos comentários as suas recomendações. Abraço amigos!

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Top 10 – 2015

12467751_1721700878063704_1638374095_n

Eu consegui assistir 238 filmes em 2015. Lembrando que essa é uma lista pessoal que engloba apenas os que vejo pela primeira vez. Há vários filmes que todo ano assisto como “Magnólia” e “Felicidade Não se Compra”, por exemplo, esses não entram na lista.

238 é um bom número se comparado com o ano de 2014, onde consegui apenas 183. Inclusive, deixarei aqui o link para vocês conferirem o meu top 10 de 2014.

Top 10 – 2015

14 Estações de Maria ( Dietrich Brüggemann )
O Regresso ( Alejandro González Iñárritu )
A Gangue ( Myroslav Slaboshpytskiy )
Bone Tomahawk ( S. Craig Zahler )
The Assassin ( Hou Hsiao-Hsien ) 
Taxi Teerã ( Jafar Panahi )
Tangerina ( Sean Baker )
Love ( Gaspar Noé )
Garota Sombria Caminha Pela Noite ( Ana Lily Amirpour )
O Quarto do Jack ( Lenny Abrahamson )

Como prometido, colocarei aqui a lista de todos que eu assisti no ano:

* Em negrito: ano 2015

1 de janeiro – Terror no Pântano, 2006
1 de janeiro – Juventude, 1951
1 de janeiro – A Era do rádio,  1987
2 de janeiro – Um Balde de Sangue, 1959
2 de janeiro – Neblinas e Sombras, 1992
4 de janeiro – interiores, 1978
8 de janeiro – A Mulher do meu Irmão, 2005
8 de janeiro – O Protetor, 2014
8 de janeiro – Um Evento Feliz, 2013
8 de janeiro – o solar das almas perdidas, 1944
10 de janeiro – 36, 2012
10 de janeiro – Palavras e Imagens, 2013
10 de janeiro – toy story, esquecido pelo tempo
11 de janeiro – onde fica a casa do meu amigo?, 1987
12 de janeiro – Lobo atrás da porta, 2013
12 de janeiro – Edmond é um asno, 2012
13 de janeiro – O Dorminhoco, 1973
13 de janeiro – Um Misterioso Assassinato em Manhattan, 1993
14 de janeiro – A que distância, 2006
14 de janeiro – Operação big hero, 2014
14 de janeiro – Sin City 2, 2014
14 de janeiro – como treinar o seu dragão 2, 2014
15 de janeiro – escola do rock, 2003
15 de janeiro – bananas, 1971
16 de janeiro – casa vazia, 2004
16 de janeiro – a ponte, 2006
17 de janeiro – whiplash, 2015
18 de janeiro – birdman, 2015
18 de janeiro – tangerines, 2015
19 de janeiro – Paixão Juvenil, 1956
19 de janeiro – Moacir arte bruta, 2006
20 de janeiro – um longo fim de semana,  1978
21 de janeiro – O Menino e o Mundo, 2014
21 de janeiro – Oshin, 2013
24 de janeiro – Anna dos 6 aos 18, 1994
25 de janeiro – Siren x, 2008
25 de janeiro – Será que, 2014
26 de janeiro – Novo Mundo, 2013
27 de janeiro – Conto da Princesa kaguya, 2015
27 de janeiro – Livre, 2015
28 de janeiro – A Fotografia Oculta de Vivian Meier, 2013

Janeiro – 39 filmes/2 curtas

04 de fevereiro – Respire, 2014
04 de fevereiro – Coração, 1973
06 de fevereiro – Noite Vazia, 1964
07 de fevereiro – Uma passagem para Mário, 2014
09 de fevereiro – Tempo de Cavalos Bêbados, 2000
14 de fevereiro – Dieta do Palhaço,  2004
15 de fevereiro – Xxy, 2007
19 de fevereiro – Confiança, 1990
O Último Pistoleiro,  1976

Fevereiro – 9 filmes

O Homem do Oeste, 1958
Mentiras, 1999
Bé Omid É Didar, 2011
Asura, 2012
Pinguins de Madagascar, 2014
A Lenda de Nahuala, 2007
Vício Inerente,  2015
A Gangue, 2015

Março – 8 Filmes

When Marnie Was There, 2014
Na Flor da Idade, 2013
Velozes e Furiosos 7, 2015
14 Estações de Maria, 2015
The Atticus Institute, 2015
Barbie, 2011
O que é o Cinema?, 2013
O Universo no Olhar, 2014
A Última felicidade, 1951
Montanha de Abandono, 2008
Verão Feliz, 1999
Carteiros nas Montanhas, 1999
Além do que se Vê, 2004
O Quarto do Filho, 2001
Cássia, 2015

( Abril – 15 filmes )

Escalofrio, 1978
Mártires, 2008
Amante a Domicílio, 2013
Paixão Inocente, 2013
Os Olhos sem Rostos, 1960
Loucamente Apaixonados, 2011
Festa no Céu, 2014
O Espelho, 2014
Smashed – De Volta a Realidade, 2012
Maggie, 2015
Palo Alto, 2013
Ela vai, 2013
Cavalos e Homens, 2013
Meus Caros Estudos, 2010
A Canção do Oceano, 2014
Super Velozes, Mega Furiosos, 2015
Kurt Cobain, 2015
27 Maio – Bob Esponja, 2015

( Maio – 18 filmes )

04 Junho – The Babadook, 2014
04 de junho – Batman: Ataque ao Arkham, 2014
04 de junho – Qivitoq, 1956
05 de junho – Sempre Estarei Contigo, 2012
06 de junho – Corpo Celeste, 2012
06 de junho – The Sisterhood of Night, 2014
12 de junho – Jurassic World, 2015
16 de junho – Divertida Mente, 2015
20 de junho – Jogos Famintos, 2013
26 de junho – sobrenatural, 2015
26 de junho – Chico e Rita, 2010
27 de junho – Vingadores 2, 2015
27 de junho – Alta Fidelidade, 2000
27 de junho – Ajuste de Contas, 2013
27 de junho – Feuchtgebiete, 2013
27 de junho – Guardiões da Galáxia, 2014
27 de junho – Hot Girls Wanted, 2015
27 de junho – Killer Pussy, 2004
27 de junho – O Sal da Terra, 2014
27 de junho – As Amizades Particulares, 1964

( Junho – 20 filmes )

2 de julho – Enquanto Somos Jovens, 2015
2 de Julho- La Meute, 2010
4 de julho – Os garotos Perdidos, 1988
4 de julho – Vencer ou Morrer, 1993
4 de julho – Bonequinha de Luxo, 1961
4 de julho – Starlet, 2012
5 de julho – O Peso da Culpa, 2012
5 de julho – Mar Adentro, 2004
5 de julho – Mercenários 3, 2014
5 de julho – O Franco-Atirador, 2015
6 de julho – Augustine, 2012
6 de julho – Garoto-Estilingue, 1960
7 de julho – Bandidas, 2006
7 de julho – O Pequeno Nicolau, 2009
8 de julho – Batman vs Robin, 2015
10 de julho – Violência Urbana, 1999
10 de julho – Identidade Especial, 2013
11 de julho – Anjo de Vidro, 2004
11 de julho – Philomena, 2013
11 de julho – Viajo poque preciso, Volto porque te amo, 2010
11 de julho – Margot e o Casamento, 2007
11 de julho – Temporada de Caça, 2013
11 de julho – A Música Nunca Parou, 2011
12 de julho – A Entidade, 2012
12 de julho – Os Últimos Passos de um Homem, 1995
18 de julho – O Último Desafio, 2013
18 de julho – Ligados Pelo Amor, 2012
19 de julho – Simplesmente Acontece, 2014
19 de julho – A Dança de Subaru, 2009
19 de julho – Kung Fury, 2015
19 de julho – Eles, 2006
21 de julho – Os Assassinos da Rua Morgue, 1932
22 de julho – Agente 86, 2008
22 de julho – Corações de Ferro, 2015
23 de julho – A Incrível História de Adaline, 2015
23 de julho – O Aprendiz, 1998
23 de julho – Thelma & Louise 1991
24 de julho – Operação Invasão, 2011
24 de julho – A Noite dos Mortos-Vivos, 1968
24 de julho – O Amuleto, 201
24 de julho – Slow West, 2015
24 de julho – Vidas sem Destino, 1997
25 de julho – Super, 2010
25 de julho – Liv & Ingmar – uma história de amor, 2012
25 de julho – Cria Corvos, 1976
25 de julho – Sharknado 3, 2015
26 de julho – Pink Flamingos, 1972
26 de julho – A Lula e a Baleia, 2005
26 de julho – O Escorpião de Jade, 2001
27 de julho – O Mundo Perdido, 1960
27 de julho – NH10, 2015
27 de julho – A Professora do Jardim de Infância, 2014
27 de julho – Passageiros da Vida, 2014
28 de julho – Pânico, 1997
28 de julho – Garotas, 2015
28 de julho – Cybernatural, 2015
29 de julho – What Happened, Miss Simone? 2015
29 de julho – Eu e Você, 2012
30 de julho – Diabo a Quatro, 1933
30 de julho – Extensões Capilares, 2007

( julho –  60 filmes )

2 de agosto – Entrevista com Vampiro, 1994
8 de agosto – Goodnight Mommy – 2015
8 de agosto – Corrente do Mal, 2015
15 de agosto – The Nightmare, 2015
15 de agosto – Sugar & Spice, 2006
20 de agosto – Jack e a Mecânica do Coração, 2014
21 de agosto – Drama, 2010
22 de agosto – Teus Olhos Meus, 2011
27 de agosto – Pro Dia Nascer Feliz, 2006
29 de agosto – Esse é só o Começo do fim das nossas vidas, 2015

( Agosto – 10 filmes )

01 de setembro – Expresso do Amanhã, 2015
06 de setembro – Sussurros do Coração, 1995
06 de setembro – The Boy, 2015
06 de setembro – Touchless, 2013
10 de setembro – Carrossel – O Filme, 2015
12 de setembro – Ted 2, 2015
13 de setembro – O Pequeno Príncipe, 2015
21 de setembro – Flowers 2015
26 de setembro – Procurando Sugar Man, 2012
26 de setembro – Boda Branca, 1993

( Setembro – 10 filmes )

2 de outubro – Lake Mungo, 2008
3 de outubro- Que Horas Ela Volta, 2015
3 de outubro- Domésticas, 2012
3 de outubro – The Silenced 2015
3 de outubro – Cidades de Papel, 2015
9 de outubro – Minions, 2015
14 de outubro – Aliança do Crime, 2015
15 de outubro – Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer, 2015
16 de outubro – Garota Sombria Caminha Pela Noite, 2015
17 de outubro – Alice no País das Maravilhas, 1951
25 de outubro – Dope, 2015
31 de outubro – Pet Peeve, 2013
31 de outubro – Hotel Transilvânia, 2012

( Outubro – 13 filmes )

1 de novembro – Madre Joana dos Anjos, 1961
1 de novembro – The Devils, 1971
2 de novembro – Não se Esqueça de Compartilhar, 2009
8 de novembro – Bone Tomahawk, 2015
10 de novembro – Tangerina, 2015
11 de novembro – Ricki and the Flash: De Volta Pra
Casa, 2015
14 de novembro – Bukowski: Born into This, 2003
14 de novembro – Mother – A Busca Pela Verdade, 2009
14 de novembro – A Caverna do Cachorro Amarelo, 2005
15 de novembro – Da Colina Kokuriko, 2011
15 de novembro – Horror Hotel 1960
20 de novembro – O Segredo de Eleonor, 2009
20 de novembro – Elena, 2012
21 de novembro – Quando Sinto Que já Sei, 2014
22 de novembro – Scoop – O Grande Furo, 2006
27 de novembro – Poesia, 2010
28 de novembro – In Natura, 2014
29 de novembro – Hugo och Josefin, 1967
30 de novembro – O Exterminador do Futuro: Gênesis, 2015
30 de novembro – Love, 2015

( novembro – 20 filmes )

6 de dezembro – Boulevard, 2014
6 de dezembro – Hellions, 2015
6 de dezembro – Lugares Escuros, 2015
11 de dezembro – Descompensada, 2015
13 de dezembro – Experimento de Aprisionamento de Stanford, 2015
14 de dezembro – No Coração do Mar, 2015
17 de dezembro – Pânico 2
20 de dezembro – Evereste, 2015
22 de dezembro – Short Term 12, 2013
23 de dezembro – O Bom Dinossauro, 2015
27 de dezembro – A Primeira Vez, 2012
28 de dezembro – Homem Irracional, 2015
28 de dezembro – Mistress America, 2015
28 de dezembro – The Assassin, 2015
29 de dezembro – Creed, 2015
31 de dezembro- Keith Richards: Under the Influence

( Dezembro – 16 )

Total ( 2015 ) 238 filmes

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Reflexões sobre o machismo

Thelma-and-Louise_article_story_large

Antes de mais nada, esse texto terá duas partes: a primeira é um verdadeiro desabafo sobre o machismo e a situação atual das mulheres que, infelizmente, ainda são tratadas com desigualdade. A segunda é uma pequena lista, comparada a infinidade de filmes que existem, de obras que apresentam uma personagem feminina forte, mas que não necessariamente aborda a desigualdade, e merece ser visto.

Por muito tempo eu me considerei uma pessoa pessimista. Com o passar do tempo a gente vai aprendendo que existe uma tenuidade no que diz respeito a definições, principalmente quando são direcionadas a sua própria pessoa. Sendo assim, hoje me entendo mais como realista.

Como realista, percebo que apesar da mulher estar conseguindo ser cada vez mais livre – para fazer o que quer ou lutar por mais igualdade – ela ainda é tratada com inferioridade por muitos homens. Existe uma perigosa separação no trabalho, na escola, em questões de opção sexual ou os próprios gostos.

Há algum tempo saiu uma pesquisa onde 65% dos entrevistados concordavam que a mulher que veste roupas curtas merece uma “punição”. Aterrorizando os próprios pesquisadores. Esse machismo só pode ser consequência da ignorância, o que de forma alguma justifica o resultado. Parece que a cada dia nos tornamos mais primitivos, com a facilidade de dar opinião, atualmente, tem muita gente espalhando o ódio e desigualdade, o que é plenamente normal, o problema é quando tem um ser humano/marionete do outro lado recebendo aquela informação e pendurando na parede.

A mulher sempre foi colocada de lado, na minha família sempre percebi e ainda percebo um machismo descomunal, desde o tratamento até expectativas. Talvez por ser do interior mas, novamente, nada justifica. Cresci com alguns ensinamentos, passado por avós, que era preciso casar e sustentar uma mulher. No mesmo tempo que observei algumas mulheres ao meu redor sendo oprimidas com a ideia do “arrume alguém que te sustente”, o pior disso é que eu tenho consciência que não existe só aqui, é em todo lugar. Eu sempre brinco que nascer mulher é a mesma coisa que pegar o crachá para ser super herói.

Eu, Emerson Teixeira, fico indignado quando alguém tenta privar a mulher de se vestir do jeito que ela quer. Poxa, eu ando como quero, saio com quem quero, por vezes – e são muitas! – falo o que quero, não sou perfeito, passo muitas horas do meu dia errando, mas minha mente está limpa pois desejo igualdade, me sinto igual e trato todos dessa forma.

Eu, Emerson Teixeira, tenho orgulho de mim por conseguir elogiar uma mulher ou um homem, ser sincero, brincar, sem, necessariamente, estar interessado sexualmente por ela. Por isso, homens, sejam cordiais, sejam cavalheiros, tratem bem todos a sua volta – sem querer nada em troca – inclusive as mulheres. Elas podem e devem ser iguais, ter os mesmos direitos, não ouvir piada enquanto dirige, não receber cantadas e insinuações tendenciosas a cada segundo enquanto anda na rua, não ser tratada como objeto.

Homem, se você fosse homem, estaria medindo menos o pênis e mudando as suas atitudes. Não adianta falar, quando na roda de amigos a conversa é machista, não adianta abaixar a cabeça se, quando chega em casa, cobra que tudo esteja perfeito só para descansar o seu bumbum.

O machismo está enraizado, vem do passado, mas estamos caminhando para um mundo que exige cada vez mais compreensão. Aliás, esse mesmo mundo já é tão difícil, já exige tanto: a melhor aparência, melhor emprego, melhor sorriso, melhor amor etc, para ficarmos tornando a desigualdade um ciclo vicioso e preocupar uma mulher por estar a noite, sozinha, andando na rua.

Eu fui criado por mulheres, trabalho os resquícios de machismo que me foi passado todos os dia, repito, não me considero bondoso, não estou expondo a minha opinião para receber nada em troca, já fiz muita coisa errada mas, todas as vezes que envolvia alguém, eu sempre tive a iniciativa de pedir desculpas e não fazer mais. (In)Felizmente eu nasci homem, assisto filmes pornos, transo até gozar – pois tem uma mulher se dedicando a me dar prazer -, dirijo bem – mesmo que ainda não dirija -, ando de short curto e não tenho medo de ser estuprado, as pessoas não se surpreende se eu contar que sou bem sucedido, eu ando sozinho pelas ruas e ninguém me incomoda.

Porém, (In)Felizmente não me contendo por somente nós estarmos bem e enquanto eu puder, buscarei acabar com essa ignorância. No mesmo tempo que sou pessimista/realista e sei que é complicado pensar, em um mundo onde todos falam e poucos, de fato, estão fazendo algo.

Deus é uma mulher.

Lista ( tentei fugir um pouco do óbvio mas, inevitavelmente, recorri a ele )

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube