CdA #68 – Cinema maldito, polêmico e extremo

filmes-polemicos

Download

Nesse episódio Emerson Teixeira e Thiago Lepre conversam sobre a arte no seu estágio mais impactante, quando a representação se torna transgressora, subversiva e explícita. Tentamos entender o quanto o cinema extremo é importante para a reflexão e, mais ainda, fizemos uma lista de dez filmes, nessa primeira parte, para ilustrar as nossas opiniões sobre o cinema maldito.

  • Audition, 1999
  • Vase de Noces,1974
  • Holocausto Canibal, 1980
  • Saló ou os 120 dias de sodoma, 1975
  • Imperador Ketchup, 1971
  • Irreversível, 2002
  • Jogos Mortais, 2004
  • Violência Gratuita, 1997
  • Centopeia Humana, 2009
  • Begotten, 1991
  • E-mail: contato@cronologiadoacaso.com.br
  • Twitter: @cronodoacaso
  • Assine nosso feed: http://feeds.feedburner.com/cronoacasopod
  • Itunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cronologia-do-acaso/id1076216544
(Visited 14 times, 1 visits today)

emersontlima

No fim, sou apenas um cara fantasiado de coelho que, durante o dia, coloca a máscara de homem e paga uma de intelectual com aqueles que exaltam qualquer manifesto de inteligência.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusFlickrYouTube

Textos relacionados
  • Thiago Bernardes dos Santos

    Dos filmes citados o que mais me chocou foi Irreversível, a versão que assisti me destruiu, achei que seria apenas uma historia de 2 caras querendo vingança mostrada de trás pra frente, até chegar a metade do filme pra eu conseguir entender a violência aplicada e que foi em vão, não em entendam mal, para mim o cara que olha o corpo e ri é o estuprador, essa sacada de mostrar quem é a alex depois do acontecimento me deixou mais abatido ainda, foi como se tivesse me apegado a ela como os protagonistas. Obrigado pelo cast e continuem assim =)

    • Emerson Teixeira Lima

      A genialidade do Noé se encontra nessa sensação que você descreveu. Não sei se sabe, mas o Irreversível é o filme que fecha uma trilogia que começa no curta-metragem “Carne”. Eu recomendo “Carne” e “Sozinho Contra Todos”, eles se complementam e dialogam com a miséria, moral, subversidade etc.
      Daqui a um tempo faremos um especial sobre o Gaspar Noé! 🙂
      Obrigado você pelo comentário!

      • Thiago Bernardes dos Santos

        Obrigado pelas recomendações vou procurar esses filmes.